Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças

Visto por mais de 90 mil pessoas, que se encantaram com a emocionante adaptação da vida do Rei do Baião para os palcos, o musical infantil Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças estreou em 2013, marcando o início do projeto “Grandes Músicos para Pequenos”.

Uma Fábula Romântica no Sertão Nordestino

O espetáculo é baseado na infância de Luiz Gonzaga no interior do Nordeste, com destaque para a descoberta do amor, quando o jovem Luizinho  se apaixona por Nazarena, filha de um coronel que não permite o namoro deles. O resultado é uma fábula de amor inocente voltada para toda a família, embalada por grandes sucessos do Rei do Baião, como “Asa Branca”, “Que Nem Jiló”, “Baião”, “O Xote das Meninas”, “Olha Pro Céu”, entre outros.

“Luiz e Nazinha” já realizou apresentações pelo Rio de Janeiro, por Minas Gerais e pela Bahia. Foi indicado a Melhor Espetáculo em sua estreia no Prêmio FITA 2013. Venceu Melhor Atriz (Aline Carrocino) no Prêmio CBTIJ de Teatro Infantil 2015, onde também foi indicado a Melhor Roteiro Original (Pedro Henrique Lopes), Melhor Direção Musical (Guilherme Borges), Melhor Ator (Pedro Henrique Lopes), Melhor Atriz Coadjuvante (Martina Blink) e Categoria Especial (pela concepção do espetáculo). Foi também indicado a Melhor Ator no Prêmio Zilka Salaberry 2015.


A Importância de Luiz Gonzaga

“Gonzaga não é só o melhor dentre todos os cantores de alma sertaneja, mas também o mais importante cantor-músico-compositor que o nordeste já produziu. Exagero? Pelo contrário, estou sendo até muito reservado em lhe avaliar a justa dimensão. Até porque Gonzaga não é só gênio do nordeste, é gênio da MPB, na mesmíssima dimensão de Ary Barroso, Pixinguinha, Tom Jobim ou Chico Buarque. […] Gonzaga foi a personificação de um país ainda alegre e tragicamente exuberante durante trinta anos, 1945 a 1975, pelo menos. Ninguém o fez com mais força e mais visceralidade, nem antes dele, nem depois dele”. Ricardo Cravo Albin

O mito Luiz Gonzaga é cada vez mais estudado e reconhecido, mesmo depois de anos do falecimento. Em suas músicas, Gonzagão foi capaz de traduzir o sentimento comum do homem rural e do urbano, aproximando duas realidades aparentemente distintas do extenso país. Luiz Gonzaga reinventou a imagem do Nordeste para o Brasil e para o mundo.


Fotos do Espetáculo


Do que trata o espetáculo?

“Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças” é brasilidade efervescente em dramaturgia, músicas e visual. A cultura do Brasil é muito rica e precisa ser constantemente difundida para ser cada vez mais valorizada pelos brasileiros. Por isso, construímos um espetáculo que fala a linguagem das crianças atuais através diversos elementos da cultura nordestina.


Sinopse

Luizinho mora com os pais no interior nordestino e os ajuda na plantação da família. Eles passam por dificuldades financeiras devido à seca que se colocou sobre o Nordeste naquele ano. Um dia, Santana, mãe de Luizinho, pede que ele vá até a venda da cidade. Chegando lá, Luizinho reencontra Nazinha, filha de Dona Elvira e do coronel Raimundo. As duas crianças, que não se viam havia muito tempo, sentem algo de especial um pelo outro e passam a se encontrar escondidos para brincar juntos. O coronel Raimundo flagra o “namorico” e proíbe os dois de voltarem a se encontrar.

Luizinho resolve mostrar através de uma declaração cantada seu amor por Nazinha, que retribui a paixão. O coronel amolece diante do sentimento dos dois, promete a mão da filha para que os jovens se casem quando ficarem adultos. O sol reaparece no sertão, secando a inundação e fazendo a plantação da família de Luizinho florescer e garantir a colheita.


Elenco


Ficha Técnica

Direção Geral
Diego Morais

Direção Musical
Guilherme Borges

Roteiro Original
Pedro Henrique Lopes

Cenário
José Cláudio Ferreira

Figurinos e Adereços
Wanderley Nascimento

Iluminação
Pedro Mendonça

Realização e Produção
ENTRE Entretenimento


Músicas

  1. Baião
  2. Asa Branca
  3. Sabiá
  4. Xote das Meninas
  5. A Sorte é Cega
  6. Olha pro Céu
  7. Qui Nem Giló
  8. 17.700
  9. Vem Morena
  10. ABC do Sertão